Mapa do Site

Feridas do membro superior da criança

As feridas na criança requerem mais frequentemente revisão em bloco operatório sob anestesia devido ao componente emocional, que faz com que seja difícil explorá-las na sala de urgências. Devemos excluir lesões profundas em relação à pele para repará-las (27).

  • A isquémia (falta de irrigação sanguíneo) ou hemorragia pulsátil indica una lesão arterial (27A).
  • A paralisia de alguns músculos ou perda de sensibilidade de alguns territórios cutâneos indica uma lesão nervosa. Nas crianças pequenas, a avaliação da sensibilidade é difícil. As feridas nos dedos, podem associar-se a uma a lesão dos nervos que se pode diagnosticar com o teste da passa (27B). La imersão del dedo em água no produce las rugosidades típicas de la pele.
  • La perdida de la cascada digital de los dedos indica una lesión de los tendões flexores (27A).
     

CMI

Figura 27A. Criança de 10 meses com aprisionamento do dedo médio. Observa-se a queda do mesmo (perda de cascada digital) sugerindo uma secção dos tendões flexores. Além disso, o dedo perdeu a coloração rosada sugerindo uma secção dos vasos sanguíneos.

 

Lesões e esmagamentos ungueais

O esmagamento da ponta dos dedos é uma das lesões mais frequentes na infância, frequentemente pelo fecho de portas.

Além da ferida da pele da ponta dos dedos e do osso da ponta da falange, pode-se lesionar a matriz ou o leito ungueal.



A lesão da pele sutura-se da forma habitual e o osso costuma unir sem problemas.



Se é lesada a matriz ou o leito, a unha pode crescer inadequadamente. Se suspeitarmos de uma lesão do leito, devemos retirar a unha e reparar mediante sutura com fio ou adesivo para evitar problemas de avanço no crescimento da unha (Fig. 29A).

Se perdemos osso da ponta do dedo, por não haver um suporte para a matriz ungueal, esta encurva-se para baixo resultando numa deformidade em bico de papagaio (Fig. 29B).
 

CMI
Figura 29A. Sequela de lesão do leito ungueal não reparada

 

CMI
Figura 29B
. Unha em bico de papagaio por perda de suporte ósseo.


A paralisia braquial obstétrica - Displasia do ombro
Causas, mecanismos e lesões na PBO
Risco de PBO. Provas necessárias
Tratamento da PBO (Cirurgia, Fisioterapia)
Problemas de ombro de uma criança com PBO
Prevenção e Risco de CRIO e DGU
Diagnóstico e tratamento da Displasia do Ombro
Que profissional necessita o meu bebé?
Experiencia do Dr. Soldado
Malformações
Polgar curto ou ausente: hipoplasia do polegar
Pulso desviado: Mão bota radial e cubital
Dedos curtos: Braquidactilia, Simbraquidactilia, Síndrome da Brida Amniótica.
Menos dedos: Mão dividida e mão bota cubital
Dedos ou polegar extra: Polidactilia
Dedos unidos ou Sindactilia
Paralisia cerebral - Hemiparesia espástica
Definição, generalidades e avaliação de paralisia cerebral
Problemas no membro superior de crianças com hemiparesia espática
Tratamento não cirúrgico da hemiparesia espástica
O membro superior na paralisia cerebral com tetraparesia espástica
Tratamento cirúrgico da hemiparesia espástica
Microcirurgia
Microcirurgía vascular pediátrica: generalidades
Reconstrução de perdas ósseas I: Transferência de perónio vascularizado
Reconstrução de perdas ósseas II: Transferência de periósteo de perónio vascularizado
Não-união ou pseudo-artrose recalcitrante de osso
Revascularização de osso (osteonecrose, necrose asséptica)
Reconstrução de articulações. Transferência de epífises e cartilagem de crescimento vascularizada do perónio
Reimplantes e revascularizações
Transferência de músculo funcional (vascularizado e inervado)
Cobertura de perdas de pele
Fracturas - Feridas
Generalidades das fracturas
Fracturas típicas do osso na criança
Tratamento das fracturas na criança: generalidades
Classificação e tratamento das fracturas na placa de crescimento
Fracturas da cintura escapular, ombro e braço da criança
Fracturas do cotovelo da criança
Fracturas do antebraço e punho da criança
Fracturas da mão da criança
Feridas do membro superior da criança
Francisco Soldado
Vídeos Doutor Francisco Soldado
CV
Publicações
Apoio à Pesquisa
Casos conhecidos como o seu
Cooperación internacional: Misiones quirúrgicas
© 2001-2019 Francisco Soldado.Política de PrivacidadeAviso LegalPolítica da Qualidade Website by